Usuários On-line

Temos 2243733 visitantes e Nenhum membro online

Clube do Livro

 
assinar

Eventos

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Enquanto não entendemos as leis maiores da vida, passamos pela Terra sem compreensão mais profunda sobre os fatos que acontecem diariamente.

Nossos olhares então se focam no obscuro e, desconhecendo o real significado do que observamos, somos acometidos pelo medo e pela insegurança.

Não nos damos conta de que percebemos e sentimos tudo o que ocorre, conforme nosso entendimento.

Aos nossos olhos, a vida na Terra sempre foi permeada de momentos de paz e bonança, com outros de dificuldades.

No entanto, ao nos vermos diante de desafios e sombras que confundem nossa percepção, nos sentimos inseguros e passamos a retratar tais acontecimentos de forma superlativa.

As dificuldades são sentidas como tormentas a pôr em risco nossa capacidade de enfrentamento.

Uma ocorrência, que poderia ser considerada como simples ventania, nos parece um verdadeiro furacão a virar do avesso nossos sonhos e perspectivas.

Se um acontecimento mais grave nos chega ao conhecimento, logo imaginamos que é o fim do mundo, conforme histórias que ouvimos.

Quando nos entregamos ao desespero e ao desânimo, esquecemos completamente que não estamos em um barco à deriva.

Esquecemos que a vida é muito mais importante do que imaginamos e que o timoneiro permanece vigilante.

Se analisássemos os acontecimentos com tranquilidade, veríamos que toda tempestade tem outras razões além daquelas que podemos ver e perceber.

Se tivéssemos mais confiança em Deus, e compreendêssemos melhor suas leis, saberíamos que os raios que cortam os céus nesses momentos têm uma finalidade que muitas vezes desconhecemos: eliminar as energias nocivas da atmosfera.

Atentaríamos que no novo amanhecer, embora a paisagem se apresente tristonha, destroçada, a Providência nos favorece com a luz solar e a brisa suave, hálito Divino a abençoar a vida.

Confiaríamos que Deus sempre nos oferece novas dádivas, venturas, e a possibilidade de reconstrução.

*   *   *

Ao compreender melhor o sentido das leis Divinas que regem as nossas vidas, passaremos a bendizer as nossas tempestades, pelos benefícios que nos proporcionam.

Entenderemos que a escuridão que se faz, vez que outra, nos traz oportunidades de valorizar a luz do conhecimento e evoluir.

E que conquistamos nossa evolução pelo conhecimento e compreensão das leis Divinas e pela sua vivência em nosso dia a dia.

Portanto, se os acontecimentos se apresentarem sombrios, façamos a luz do entendimento em nosso interior e, sem desânimo, tenhamos a certeza de que Deus vela por todos.

Trabalhemos utilizando as bênçãos do tempo em nosso favor para o crescimento íntimo, que se faz urgente.

Esse trabalho deve se espalhar ao nosso redor, promovendo a tudo e a todos, abençoando a vida, as criaturas e a natureza.

Poder compreender e oferecer conforto, assistência, esclarecimento e paz, são bênçãos que propiciam a construção de um mundo melhor.

Em tempos de tempestade ou de bonança, façamos de nossas vidas mananciais de otimismo, esperança e paz, de confiança e de tranquilidade interior.

Redação do Momento Espírita.