Usuários On-line

Temos 2175917 visitantes e Nenhum membro online

Clube do Livro

 
assinar

 

Eventos

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
{mosimage}
  • Amor Imenso
  • Paz pela Paz
  • A Terra é uma escola
  • Mudar de Vida (Juntos)
  • Viver em Paz
  • Amor a Vida
  • Pai Nosso
  • Onde a gente vai parar?
  • Suave Luz
  • O Alvo é o Amor
  • Não me trate assim
 
COLABORE COM A PAZ

Faça um Projeto de Paz, faça seu grupo;

- Plante uma semana de Paz no seu coração, exercite a Paz interior;
- Faça Paz no lar, no trabalho, na escola, sempre.
- Estude os pacifistas (Gandhi, Luther King, Madre Tereza de Calcutá, Chico Xavier, Dom Hélder, Irmã Dulce, Jesus...);
- Evite discussões e conflitos;
- Se alguém lhe agredir, pare trinta segundos e responda na Paz;
- Ter Paz é ser solidário e tolerante, não discriminar e promover o bem social a todos;
- A violência é a grande doença da humanidade. A paz o remédio.
- O homem violento tem covardia e medo, o homem de Paz tem ternura e compaixão;
- A paz encanta, acalma e tem vida. A violência tem dor, depressão e morte.
- Na violência o homem se algema, na Paz o homem se liberta.

Há muito tempo as pessoas só se agridem, brigam e fazem guerra.
Até quando vamos insistir nesse caminho?

Será que não está na hora de dar oportunidade à Paz?

O que você está fazendo para melhorar o mundo?
Iluminando a Alma. Produzido pela Aconchego Edições Musicais Ltda., com direção de Nando Cordel e Arranjos de Tovinho e Nando Cordel.
{mosimage}
  • Iluminando a Alma
  • A dança dos elementares
  • Sol da minha vida
  • Mudança dos sentimentos
  • Sou parte de você
  • Floração do amor
  • Renovação diária
  • Meu querido planeta azul
  • Universo e luz
  • Energia das flores

Descobri que sou parte de você
que preciso de você
que não posso viver sem você.
Cada dia sinto que sou atraído para teus braços.
As tuas palavras me dão sede
Teus exemplos me deixam livre e ao mesmo tempo pensativo ,
Teu olhar me faz viajar segurança.
Oh! Amor de todas as horas,
por que eu escolho tudo e te abandono?
Por que não te enxergo que és tão grande e fascinante,
e enxergo tão claras e pequeninas paixões passageiras?
Por que olho outros atalhos,
se mostras um caminho de paz em minha frente?
Quando irei beber da tua beleza,
aceitar os desafios e ter coragem para mudar?
Quando poderei dizer verdadeiramente olhando nos
teus olhos: Eu me decidi por ti, Sol de minha vida,
Bálsamo de todas as dores,
Eu te Amo.
Fonte de inesgotável compaixão.
Meu maravilhoso irmão,
quando?

"Nando Cordel"