Usuários On-line

Temos 1886217 visitantes e Nenhum membro online

Clube do Livro

 
assinar

Eventos

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Questão 330. Os Espíritos conhecem a época em que reencarnarão?

"Eles a pressentem, assim como um cego sente o fogo quando dele se aproxima. Sabem que devem retornar a um corpo como sabeis que um dia deveis morrer, mas não sabem quando isso vai acontecer."

Questão 330.a A reencarnação é, então, uma necessidade da vida espírita, assim como a morte é uma necessidade da vida corporal?

"Certamente. É exatamente assim."

Questão 331. Todos os Espíritos se preocupam com sua reencarnação?

"Há muitos que nem mesmo pensam nisso, nem a compreendem; isso depende de sua natureza mais ou menos avançada. Para alguns, a incerteza quanto ao futuro é uma punição."

Questão 332. O Espírito pode antecipar ou retardar o momento de sua reencarnação?

"Pode antecipá-lo, solicitando-o em suas preces. Pode também retardá- lo, recuar diante da prova, porque entre os Espíritos há também os covardes e os indiferentes, mas não o fazem impunemente. Ele sofre, como quem recua diante do remédio salutar que pode curá-lo."

Questão 333. Se um Espírito se encontrasse bastante feliz por estar numa condição mediana na espiritualidade e se não tivesse ambição de progredir, poderia prolongar esse estado indefinidamente?

"Não. Não indefinidamente. Progredir é uma necessidade que o Espírito sente, cedo ou tarde. Todos devem elevar-se, esse é o propósito da destinação dos Espíritos."

Questão 334. A união da alma com este ou aquele corpo é predestinada, ou a escolha se faz apenas no último momento?

"O Espírito é sempre designado antes. Ao escolher a prova por que deseja passar, pede para encarnar; portanto, Deus, que tudo sabe e tudo vê, sabe e vê antecipadamente que alma se unirá a qual corpo."

Allan Kardec. Da obra: O Livro dos Espíritos. 76 edição. Federação Espírita Brasileira. 1995.